domingo, 8 de julho de 2007

laive earth

então, voltei após um longo período conhecido como... final de período.
sim, é terrível, mas vamos ao que interessa. ontem aconteceu um dos maiores eventos musicais da terra, o tal do live earth, também conhecido como o maior festival de inutilidade jamais visto pelo homem. porra, um monte de músicos sobem no palco pra mandar as pessoas usarem saco de papel em vez de saco de plástico, reciclar lata de refrigerante, puta que pariu, não vou nem entrar na questão do uso do bio-combustível e os latifúndios.
tá certo, a intenção até pode ter sido boa, coisa que eu duvido ( o gore tem mais cara de marionete do que os muppets), mas o efeito é absolutamente nulo. os eua vão continuar poluindo, os europeus vão continuar educados como sempre e os brasileiros só vão lembrar da ressaca do dia seguinte.
a mesma coisa aconteceu com o tal do live aid que era pra ajudar a África. todos os milhões de dólares arrecadados devem ter salvo uma meia dúzia de crianças e o resto foi pra mão de quem já tinha dinheiro sobrando lá. mas quem pode culpar os músicos, eles se sentem mal por ganhar rios de dinheiro, fazem um show de graça e podem dormir tranquilos, assim como nós fazemos quando damos umas moedas pra um mendigo e nosso ego tem um orgasmo com nossa bondade.

p.s.: eu moro no rio e não fui me meter no meio da muvuca pra ver lenny kravitz e de brinde ser assaltado.

Um comentário:

Magá disse...

Concordo com a questão da inutilidade. Sem contar que não vou nem um pouco com a cara do organizador do envento...

Boas intenções? Não mesmo. eles tão fazendo tempestade em copo d'água com o tal aquecimento global, querem é mais verde... No bolso deles!

Não que o planeta não precise de cuidados, é claro que é sempre bom cad aum fazer sua parte... Mas... Ah! Sempre tem os que sabem pra se dar bem em cima dos desinformados. É isso o que eu acho.